democracia

Democracia vence o autoritarismo nas urnas do IFBA

ago 27 2016
(1) Comentários

A oposição à atual gestão do IFBA tem muito a comemorar. A vitória nas urnas, nas eleições do CONSUP, CONSEPE, da CPA e CPPD, mostraram que o(a)s servidore(a)s estão dando a merecida resposta ao reitor Renato Anunciação e seus/suas aliado(a)s, de uma forma que ele(a)s parecem desconhecer, através da democracia.

Na CPA, não houve candidato(a) para representante do(a)s docentes do Magistério Superior. Já para representante do(a)s docentes do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico, foram eleitos Samir Perez Mortada (Campus Salvador) e o suplente Fabiano Brito (Campus Euclides da Cunha). Na categoria TAE, foram eleito(a)s Adriana Silva (Campus Porto Seguro) e Ângela Marnet (Reitoria) e, como suplentes, Lívia Pereira ( Reitoria) e Edvaldo Júnior (Campus Seabra).

Já o(a)s discentes terão dois representantes, um do ensino superior e uma do ensino técnico, Emerson Barbosa (Campus Porto Seguro) e Sara da Silva (Campus Jacobina), respectivamente. Serão seus/suas suplentes Roberto Teixeira (Campus Porto Seguro) e Vinícius Freitas (Campus Camaçari).

A oposição conquistou as cinco vagas docentes no CONSUP: Georges Rocha (Campus Salvador), Paulo Tavares (Valença), Valquíria Lima (Feira de Santana), Normando Júnior (Jacobina) e José Júnior (Vitória da Conquista). Na categoria TAE, o(a)s que dominaram as urnas foram Keity Barbosa (Reitoria), Elis Lopes (Porto Seguro), Matheus Santana (Salvador), Rui Carigé (Seabra) e Antônio Rubens (Camaçari). Já Igor Brandão (Eunápolis), Letícia da Silva (Jacobina), Eliana Santos (Camaçari), Jairo Mota (Salvador) e Mariana de Sousa (Valença) foram o(a)s discentes que garantiram os lugares no CONSUP 2016-2018.

Na linha de frente da CPPD estarão Marta de Souza (DI), Ronaldo Bruno (DII), Kim Veiga (DIII), Aurelina Sacramento (DIV) e Wilson Otto (MS). Já o resultado definitivo CONSEPE ainda não saiu. No entanto, na primeira lista estão o(a)s docentes Luzia Mota (Salvador), Philipe Murilo (Ilhéus) e Selma Vieira (Vitória da Conquista), o(a)s TAE Lucas Cerqueira (Jequié), Leonardo dos Santos (Feira de Santana) e Teresa Bahia (Reitoria), e o(a)s discentes Thamirys Cunha (Camaçari), Luís da Silva (Jacobina) e David Marques (Salvador).

Para o coordenador geral do SINASEFE-IFBA, Ronaldo Naziazeno, o resultado das urnas retrata a insatisfação que a comunidade tem em relação à atual gestão do IFBA, não elegendo nenhum de seus/suas representantes. “Todo(a)s o(a)s representantes docentes, TAE e discentes eleito(a)s são ligado(a)s a um campo de oposição às praticas do atual gestor do IFBA e de vário(a)s diretore(a)s de campi. A comunidade respondeu às políticas de Renato, elegendo esse(a)s companheiro(a)s nas eleições do CONSUP, CPA, CPPD e CONSEPE (este último ainda divulgará a lista final). Isto significa uma derrota fragorosa das políticas implementadas por Renato, uma derrota do próprio Renato e daquele(a)s que caminharam com ele. Agora, esperamos construir uma frente única, tática e estratégica, para trazer ares democráticos ao IFBA de novo, porque é inaceitável a forma como a gestão tem tocado a instituição, sempre com diálogo zero, muita soberba, autoritarismo e perseguição”, analisou Naziazeno.

 

Imagem: Reprodução

1 Comentário

Deixe seu comentário

FORTALEÇA A LUTA DA CATEGORIA

Filie-se e conheça as nossas vantagens