ocupacao-fsa

Estudantes permanecem na luta no Campus Feira de Santana

dez 12 2016
(0) Comentários
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

O fim do ano está próximo, mas o(a)s estudantes do Campus Feira de Santana, que poderiam aproveitar esta época para descansar e confraternizar, estão na resistência e fazendo as suas vozes serem ouvidas. Ocupando a unidade desde o dia 01 de novembro, esses meninos e meninas têm demonstrado que o espírito de justiça e de mobilização não tem idade, cor, gênero ou posição social.

SINASEFE-IFBA – Quando começou a ocupação no Campus Feira de Santana?
Estudantes do Campus Feira de Santana – A ocupação começou no dia 01 de novembro. Foi feita uma assembleia e, em conjunto, decidimos ocupar o Campus.

S.I – Como ela foi realizada? Como tem sido a participação do(a)s estudantes?
E.C.F.S – A preocupação inicial foi quem iria de fato dormir no Campus, pois, apesar de a grande maioria ter votado a favor, sabíamos que a evasão nos outros dias seria constante. Então, começamos formando grupos organizacionais, comissões que pudessem resolver as turbulências de maneira mais rápida. A participação na primeira semana foi intensa, porém, com o passar dos dias, a quantidade de alunos indo ao campus diminuiu, alguns pelo fato de serem de outras cidades e o transporte acabou sendo vetado, outros pela despreocupação com o movimento mesmo. Porém aqueles que vão ao campus permanecem sempre chamando o restante dos alunos. O fluxo está pouco, mas está resistindo.

S.I – Qual o objetivo da ocupação?
E.C.F.S – Nosso objetivo inicial foi contra as pautas nacionais PEC 55 (antiga 241), a MP do Ensino Médio e o projeto “Escola Sem Partido”, porém, tendo em vista as nossas pendências, entraram em pauta a luta contra a Resolução 30, que nada mais é do que a reformulação curricular dos cursos técnicos integrados, de uma maneira nada condizente, além de lutas internas do nosso campus, como a melhora dos cursos e a liberação de um pavimento inteiro que está pronto há quase dois anos, mas não temos nenhum acesso, entre outras.

S.I – Qual a importância da participação do Campus de vocês nas ocupações?
E.C.F.S – A força de qualquer movimento é a união. Não entramos nessa luta para lutar sozinhos e sim, para fortalecer a luta de outros campi que ocuparam antes e mostraram a importância das ocupações e como seria importante a movimentação e união de todos nós.

S.I – Quais atividades estão acontecendo desde que o Campus foi ocupado?
E.C.F.S – As atividades são o que trazem movimento e visibilidade à ocupação. Palestras, minicursos, atividades de diversão são o que atraem, então estamos sempre organizando e indo atrás de coisas novas para isso.

ocupação fsa 01

S.I – O que é permitido e o que é proibido durante a ocupação?
E.C.F.S – As aulas foram interrompidas, a entrada é liberada para estudantes, se concordarem com a revista de bolsas/mochilas; para visitante é preciso mostrar um documento (RG) e passar pela revista; para docentes e técnicos que necessitem atuar no campus, para realizar atividades fundamentais como o pagamento de contas, por exemplo, é preciso encaminhar um email oficial pedindo autorização para a ação com dois dias de antecedência, para que seja decidido em assembleia. Eles também precisam passar pela revista. São proibidos bebida alcoólica e produtos ilícitos.

S.I – Vocês estão recebendo doações? 
E.C.F.S – Estamos recebendo ajuda, basicamente, de alguns dos nossos docentes e de pessoas que vêm para assistir ou participar de alguma atividade, que trazem um alimento para a entrada. A ajuda é sempre na medida, não estamos fartos, estamos precisando de alguns produtos como:
LIMPEZA: Álcool, desinfetante, água sanitária, Pinho Sol.
ALIMENTAÇÃO: Condimentos, biscoito, pão, ovos, carnes e frios, vegetais, limão, óleo, vinagre, margarina, suco (pó e/ou caixa) e leite (pó e/ou caixa).

S.I – O IFBA se pronunciou em relação à ocupação de vocês?
E.C.F.S – Várias medidas já vieram, informalmente, para que todos campi desocupassem, porém nada mais. Nós esperamos que a nossa movimentação seja eficaz e produza o efeito que queremos, pois, assim, pelo menos nossas pautas internas podem ser atendidas.

 

ocupacao-fsa-2

 

Imagens: Reprodução

Notícias Relacionadas

Deixe seu comentário

FORTALEÇA A LUTA DA CATEGORIA

Filie-se e conheça as nossas vantagens