sadoc_02

Ex-professor da antiga Escola Técnica, Monsenhor Gaspar Sadoc falece em Salvador

set 23 2016
(0) Comentários

Um século de vida, um século de história. Morreu na noite de ontem (22), aos 100 anos, em Salvador, o ex-professor da antiga Escola Técnica Federal da Bahia, Monsenhor Gaspar Sadoc da Natividade. Ele se sentiu mal em casa, por volta das 20h, e uma equipe médica foi chamada para socorrê-lo, no entanto ele acabou não resistindo e faleceu depois de uma parada cardíaca.

O velório está ocorrendo na Igreja de Nossa Senhora da Vitória, em Salvador. Às 15h será celebrada missa de corpo presente e, em seguida, o sepultamento. O padre, que era conhecido como um dos principais oradores da Igreja Católica, deixa uma legião de fiéis e amigos.

Gaspar Sadoc era o mais antigo sindicalizado do SINASEFE-IFBA. A Direção do Sindicato e toda a comunidade do Instituto lamentam essa irreparável perda. A Arquidiocese de Salvador, através de nota, pediu que as pessoas rezem “pelo descanso eterno deste ‘amigo de Deus’ (Daniel 3,35)” e agradeceu ao religioso que “viveu e trabalhou incansavelmente pelo Reino de Deus e que, nos últimos anos de sua vida, fez de seu leito o seu altar”.

História

Ordenado padre em 1941, Gaspar Sadoc iniciou a vida religiosa na paróquia da Liberdade, em Salvador. Da Liberdade, ele foi para a Igreja de São Judas Tadeu, no bairro da Baixa de Quintas, onde construiu o santuário de São Judas Tadeu e passou 18 anos. Foi nesta igreja que ele aprendeu a conviver com as outras religiões.

Gaspar Sadoc se aposentou na Igreja da Vitória, no bairro da Graça. Em 20 de março de 2016, ele completou 100 anos. Em celebração, uma missa, presidida pelo Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, foi realizada na Paróquia Nossa Senhora da Vitória.

 

Imagem: Reprodução

Deixe seu comentário

FORTALEÇA A LUTA DA CATEGORIA

Filie-se e conheça as nossas vantagens