Mais de 435 mil mortos no Brasil e um único culpado.

maio
(0) Comentários

Mais de 435 mil mortos no Brasil e um único culpado.

Desde o começo da pandemia, o SINASEFE-IFBA tem lutado incansavelmente contra a catastrófica gestão do governo genocida de Jair Bolsonaro e seus impactos devastadores. Em março de 2020, antes mesmo de qualquer orientação do Governo Federal, decidimos que as portas do nosso sindicato seriam fechadas. Desde então, mantemos as nossas atividades à distância, as(os) nossas(os) funcionárias(os) em trabalho remoto, criamos campanhas de distribuição de alimentos e produtos higiênicos que foram entregues para filiadas(os) e grupos/movimentos sociais que se encontram em vulnerabilidade socioeconômica.

Nesse quase 1 ano e meio de pandemia, vimos um presidente negacionista aparecer em pronunciamentos sem máscara; ouvimos discursos desqualificando as medidas estabelecidas pela Organização Mundial da Saúde (OMS); enfrentamos a suspensão do auxílio emergencial, tão importante para o sustento de inúmeras famílias que sofrem com os impactos econômicos causadas pelo Coronavírus; acompanhamos a pressão para que algumas cidades e estados suspendessem o lockdown; assistimos diversos atos públicos promovidos por suas/seus apoiadoras(es), que provocaram aglomerações assustadoras; presenciamos uma campanha absurda entorno do uso de cloroquina; vimos um processo de vacinação com sabotagens e golpes para retardar a imunização do povo brasileiro; entre outras coisas.

Em setembro do ano passado, o Brasil tinha perdido mais de 135 mil pessoas para a covid-19. Com o intuito de denunciar o Governo Bolsonaro,  iniciamos uma campanha com três outdoors localizados nos bairros do Dique do Tororó, Costa Azul e São Cristóvão, na cidade de Salvador. Tivemos muitas dificuldades em contratar o serviço, muitas recusas por conta do teor da mensagem, tivemos um outdoor depredado e uma vitória através de uma queixa-crime que resultou no ressarcimento do prejuízo. Em março deste ano, período em que essa arte foi criada para uma nova campanha de outdoor, tínhamos o número de 280 mil mortos. Nesses últimos dois meses tentamos sem sucesso colocar essa produção na rua. Das diversas empresas que solicitamos orçamento e fizemos contato, na capital e no interior da Bahia, NENHUMA aceitou veicular o outdoor. Enquanto isso, hoje temos mais 439 mil mortos.

 

 

 

 

FORTALEÇA A LUTA DA CATEGORIA

Filie-se e conheça as nossas vantagens