Nota de repúdio

NOTA DE REPÚDIO

mar 05 2018
(0) Comentários
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

O SINASEFE-IFBA vem a público externar o seu total repúdio a ações de revista de objetos pessoais e de veículos que começaram a ser executadas no dia 28 de fevereiro, seguindo ordens do comando do Colégio Militar de Salvador (CMS). Essas ações têm causado constrangimento a servidoras e servidores civis, a trabalhadoras e trabalhadores terceirizados, e têm sido realizadas sem que nenhuma justificativa tenha sido apresentada.

Quando questionado, um militar limitou-se a responder que se tratava de um “procedimento de rotina“. Contudo, os relatos de outros(as) servidores(as) civis asseveram que nunca houve procedimento semelhante no Colégio Militar de Salvador até então.

Enfatize-se que esse fato causa imenso constrangimento aos servidores e servidoras civis e aos trabalhadores e trabalhadoras terceirizados do Colégio Militar de Salvador, nossos companheiros e companheiras de luta no SINASEFE-IFBA. É absolutamente inaceitável que sejam submetidos(as) a esse tipo de tratamento sem que sejam apresentadas quaisquer justificativas plausíveis.

O SINASEFE-IFBA considera esse tipo de atitude uma forma de intimidação, pois somos um sindicato classista, que luta pelo fim de todo tipo de opressão.

Diante disso, cobramos explicações do Comando do Colégio Militar de Salvador sobre tais procedimentos de espectro intimidatório.

Diretoria Executiva
Sindicato Nacional dos Servidores da Educação Básica, Profissional e Tecnológica – Seção IFBA

Imagem: Reprodução

Notícias Relacionadas

Deixe seu comentário

FORTALEÇA A LUTA DA CATEGORIA

Filie-se e conheça as nossas vantagens