INFORME (1)

SINASEFE-IFBA participa de reunião virtual do Comitê do IFBA de prevenção e acompanhamento da ameaça da Covid-19

abr 02 2020
(0) Comentários
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

O SINASEFE-IFBA, representado pelo seu Coordenador Geral Matheus Santana, participou da reunião por webconferência do Comitê de Prevenção e Acompanhamento da Ameaça do Coronavírus (Covid-19), criado pela Portaria IFBA nº 1.232, de 22 março de 2020, que aconteceu na tarde do dia 30 de março. Na última reunião do Conselho Superior (CONSUP), que suspendeu todas as atividades presenciais no âmbito do IFBA enquanto durar a pandemia de Covid-19, através da Resolução Nº 07/2020, foi decidido que o SINASEFE-IFBA integraria tal Comitê.

Durante a reunião do Comitê, na tarde da última segunda, foi feita uma avaliação dos impactos da suspensão das atividades presenciais no andamento das atividades administrativas, acadêmicas e de gestão devido à pandemia. Também houve discussões sobre a normatização de procedimentos para o trabalho remoto, bem como outros encaminhamentos.

O Coordenador Geral do SINASEFE-IFBA abriu sua fala destacando a importância de, nesse momento grave, priorizarmos a vida e a saúde das pessoas, das(os) servidoras(es), discentes e terceirizadas(os) ressaltando a importância do cuidado com a saúde das pessoas, decorrente do isolamento doméstico e da restrição de circulação; enfatizou a preocupação com servidoras(es) idosas(os), aposentadas(os) e demais pessoas que compõem algum dos grupos de risco, e por isso estão presos em suas casas. Cobrou da gestão do IFBA atenção especial a esse grupo de pessoas, com contato permanente através de apoio especializado e profissional, e ao mesmo tempo disponibilizou o apoio do sindicato para cooperar no contato e levantamento das necessidades que possam surgir dessas pessoas, inclusive, compartilhando a base de dados das(os) servidoras(es) filiadas(os) aposentadas(os) para complementar as informações institucionais que o IFBA possui para desse modo estabelecer contato e acompanhamento permanente nessa crise. O SINASEFE – IFBA propôs o mapeamento das(os) aposentadas(os) e pessoas dos grupos de risco junto a DEQUAV/DGP com o apoio da entidade sindical, e que a gestão se comprometesse em ofertar todo apoio profissional técnico de atenção biopsicossocial para atendimento à essas pessoas.

O SINASEFE-IFBA apontou as dificuldades de acesso ao Sistema Unificado de Administração Pública (SUAP) reclamadas por diversas(os) servidoras(es), também as dificuldades de uso de todas as plataformas digitais institucionais por parte de algumas/alguns servidoras(es); ao mesmo tempo defendeu o uso racional das ferramentas disponíveis para o trabalho remoto, ressalvando os casos de servidoras(es) que não possuem acessos a tais ferramentas e equipamentos de TI necessários ao desempenho das atividades, defendeu que a dificuldade de acesso, inclusive a servidoras(es) que disponham de equipamentos, não deve importar em prejuízos ou penalizações as/aos servidoras(es), como corte de salários, etc.

O SINASEFE-IFBA salientou que há, sobretudo, cargos técnico-administrativos, que pela especificidade, natureza e atribuições que possuem não são passíveis de terem suas atividades desempenhadas remotamente; o SINASEFE-IFBA cobrou coerência da gestão na exigência do trabalho remoto as/aos servidoras(es) que se encaixem nessa situação, que busque ser razoável e proporcional mesmo nos casos de serviços essenciais elencados no rol da Resolução CONSUP Nº 07/2020.

A posição do sindicato também foi a de defender que as chefias imediatas, mediante anuência e diálogo com suas/seus pares informassem um plano de trabalho como forma de controle do trabalho a ser desempenhado pelas(os) servidoras(es) e que os demais registros de atividades pelas plataformas eletrônicas (SEI, SUAP, email institucional, etc) servissem de comprovação do desempenho das atividades remotas. Outro encaminhamento importante defendido pelo SINASEFE-IFBA foi a confecção e divulgação de uma nota à comunidade, em que sejam informados os encaminhamentos do Comitê de Prevenção e Acompanhamento.

Outros pontos além desses foram tratados, tais como: organização das reuniões virtuais com os comitês locais; orientações acerca da doação de alimentos; criação de canais de comunicação exclusivos junto a gestão do IFBA para esclarecer dúvidas das medidas administrativas e acadêmicas adotadas no momento e o enfrentamento da Covid-19; orientações acerca das atividades administrativas e acadêmicas a serem desempenhadas nesse momento; organização dos planos de trabalho de docentes e TAE’s.

O SINASEFE-IFBA se mantém alerta e vigilante, não se intimidando com os ataques oriundos do Governo Federal, e preocupado sempre com o bem-estar de suas/seus filiadas(os), exigindo condições dignas de trabalho, ainda que feito na modalidade remota, apontando e exigindo ações efetivas dos(as) gestoras(es) com o objetivo de mitigar efeitos negativos dessa crise de saúde pública sobre os servidores, muito mais nesse cenário de ameaças às vidas e à saúde humanas.

Notícias Relacionadas

Deixe seu comentário

FORTALEÇA A LUTA DA CATEGORIA

Filie-se e conheça as nossas vantagens